Discover
Start a collection Search

zenibannitz

11 contributions 1 participating

contributions participating

Tenho aprendido que
posso envelhecer com prazer,
Com mais vida e menos bagagem...
Peço ao meu íntimo infinito:
mais amor por favor!
e trago em mim a certeza de que humildade é essenci(all)

OBRIGADA SENHOR

Nestes meus versos

Nestes meus versos
Deixo toda a minha loucura...
Deságuo desejos submersos
Como da nascente a água pura...

É fato

É fato: não sou só de ternura talhada. E porque seria?
Os meus versos suaves e ternos, agora não sei onde estão...
Hoje espalho em meus versos, pedaços do meu coração.
Derramando nas minhas poesias, a dor e a minha agonia!

O que de mim a vida arrebata? Todo meu sentimento
Tudo em mim transforma-se em rima, meu destino!
Minha estrela banhada em lágrimas brilha num lamento
A historia agridoce em prosa e poesia eu assino.

Inspiração eu retiro de todas as minhas aspirações.
Não busco mais nada na fantasia do que seria...
Sou o que sei a cada dia, bem ou mau sem pretensões!

Todas as manhãs temos um dia novinho para recomecar! Acredite!

Surpreeda-me, seja simplesmente você!

Delicias frutas vermelhas, rosas vermelhas, ver melhor a cor da paixão!

Sonhei um sonho dourado, acordei e você estava ao meu lado!

Acredite milagres existem, você é o mais belo deles!

Brisa leve... me leve... de leve...

Poesia alegra seu dia!