Discover
Start a collection Search

desouto

30 contributions 1 participating

contributions participating

"Nesse mundo não tem professor
Pra matéria do amor ensinar
Nem tão pouco se encontra doutor
Dor de amor é difícil curar"

"Me disseram uma vez
Que o danado do amor
Pode ser fatal
Dor sem ter remédio pra curar"

"Olha prá dentro de nós
No jardim já morreram as flores
Nossas fotos perderam as cores
Nossa cama está tão vazia
Chego a ter calafrio no corpo
A tristeza invade o meu rosto
Quando lembro teu cheiro, teu gosto
E a farra que a gente fazia"

"Vai e diz a ela que não dá
Que à noite a saudade faz chorar
Diz que a fortaleza já desmoronou
A certeza virou incerteza
A alegria o vento levou"

"Que eu volto pra orgia
O meu mundo proibido
De onde eu nunca devia ter saído"

"Os barracos de hoje, são de alvenaria.
Não tem mais o silêncio, da Ave Maria.
Hoje tudo é segredo, e circula o medo,
em cada viela"

"Teu navio quis abandonar meu cais
Não adianta mais, correr atrás assim
Pois o nosso amor já chegou ao fim
E não venha procurar por mim"

"Sem ninguem no mundo pra me aplaudir
Foi o grande circo da dor que eu vivi
Fiz malabarismo pra não te perder
Mas no fim de tudo eu perdi você"

"Perfumei o corredor
perfumei o elevador
Pra tirar de vez o mal olhado
A saudade me esquentou
Consertei o ventilador
Pro teu corpo não ficar suado"

"Olha o que me resta
Vem secar meu rosto
Vem e traz o gosto que eu preciso
Que eu preciso sim..."

"Onde está
Será que o vento destruiu, o nosso lar
Vai ver que a chuva conseguiu escoar
Um amor de se eternizar, como pode acabar
O nosso amor onde é que está"

"O amor é entrega total
É ser por inteiro de alguém
É o bem que adoça o mal
É livre, é cego, é refém
É o sol do meu despertar
Me faz enxergar muito além
Me deixa mais perto de Deus
Me faz feliz, eu digo amém"