Descobrir
Comece uma coleção Pesquisar

Energia Positiva

10 contribuíram 422 estão participando

Ver mais posts

PositasEnergias

Publicado há 386 dias - 0 estrelas

Premiar

O lusco-fusco. Era uma luz certeira, que cegava, que ofuscava e entorpecia os meus olhos e o coração nos fins de tarde que feito beata religiosamente eu corria até ti. Não sei dizer de onde vinha, se o que reluzia era teu sorriso distante ou se eram só os teus tons de dourado contrastando com o Sol em despedida. E eu, variante entre o tempo e espaço quilômetros por hora corria. Cada centímetro de distância que diminuía era um palpitar no coração, mas que se danassem os buracos no asfalto ou as curvas, só pensava que logo eu iria te encontrar. E agora, nada que ofusca, nada que me cega. Só me restaram os vazios das tardes que continuarão a cair, a sombra das nuvens que cobrem o céu e o peito em silêncio arrebatado por uma saudade dolorida do cheiro bom do teu cabelo em tom acobreado.

Comentar
Crie sua coleção de placas