Descobrir
Comece uma coleção Pesquisar

Poesias de um Gavionense

1 contribuíram 1 estão participando

Ver mais posts

betinhogpx

Publicado há 2398 dias - 0 estrelas

Premiar

CAMINHO DE DAMASCO

Tu que, levemente, penetras ao fundo da alma mais forte;

Tu que, facilmente, vencestes a certa falibilidade humana;

Tu que, sem biblioteca, sem livros, superastes os mestres;

Tu que, caminhando sobre a água, ofuscastes a gravidade;

Tu que, de homem maltrapilho, fizeram-te Mito, um Deus!

Por obséquio, te suplico! Devolva-me a pura magia da vida,

Trilho pelo caminho de Damasco: cega-me como a Saulo!

DANTE SULLIVER

DANTE SULLIVER

Comentar
Crie sua coleção de placas