Descobrir
Comece uma coleção Pesquisar

Fernando Pessoa frases

1 contribuíram 2 estão participando + Informações

participate Deixe de participar Participating
contribute Contribua

lilibach

Publicado há 1516 dias - 0 estrelas

Premiar

Acendo um cigarro ao pensar em escrevê-los e saboreio no cigarro a libertação de todos os pensamentos.
Sigo o fumo como uma rota própria, e gozo, num momento sensitivo e competente, a libertação de todas as especulações e a consciência de que "a metafísica é uma consequência de estar mal disposto".

Comentar
Crie sua coleção de placas

lilibach

Publicado há 1516 dias - 0 estrelas

Premiar

Sempre uma coisa defronte da outra, sempre uma coisa tão inútil como a outra, sempre o impossível tão estúpido como o real, sempre o mistério do fundo tão certo como o sono de mistério da superfície, sempre isto ou sempre outra coisa ou nem uma coisa nem outra.

Comentar

lilibach

Publicado há 1516 dias - 0 estrelas

Premiar

Quando quis tirar a máscara, estava pegada à cara.
Quando a tirei e me vi ao espelho, já tinha envelhecido.
Estava bêbado, já não sabia vestir o dominó que não tinha tirado.
Deitei fora a máscara e dormi no vestiário
Como um cão tolerado pela gerência por ser inofensivo.

Comentar

lilibach

Publicado há 1516 dias - 0 estrelas

Premiar

Fiz de mim o que não soube
E o que podia fazer de mim não o fiz.
O dominó que vesti era errado.
Conheceram-me logo por quem não era e não desmenti, e perdi-me.

Comentar

lilibach

Publicado há 1516 dias - 0 estrelas

Premiar

Vivi, estudei, amei e até cri, e hoje não há mendigo que eu não inveje só por não ser eu.

Comentar

lilibach

Publicado há 1516 dias - 0 estrelas

Premiar

Come chocolates, pequena;
Come chocolates!
Olha que não há mais metafísica no mundo senão chocolates.
Olha que as religiões todas não ensinam mais que a confeitaria.
Come, pequena suja, come!
Pudesse eu comer chocolates com a mesma verdade com que comes!

Comentar

lilibach

Publicado há 1516 dias - 0 estrelas

Premiar

Crer em mim? Não, nem em nada.
Derrame-me a Natureza sobre a cabeça ardente
O seu sol, a sua chava, o vento que me acha o cabelo,
E o resto que venha se vier, ou tiver que vir, ou não venha.

Comentar

lilibach

Publicado há 1516 dias - 0 estrelas

Premiar

O mundo é para quem nasce para o conquistar
E não para quem sonha que pode conquistá-lo, ainda que tenha razão.

Comentar

lilibach

Publicado há 1516 dias - 0 estrelas

Premiar

Não, não creio em mim.
Em todos os manicômios há doidos malucos com tantas certezas!
Eu, que não tenho nenhuma certeza, sou mais certo ou menos certo?

Comentar

lilibach

Publicado há 1516 dias - 0 estrelas

Premiar

Que sei eu do que serei, eu que não sei o que sou?
Ser o que penso? Mas penso tanta coisa!
E há tantos que pensam ser a mesma coisa que não pode haver tantos!

Comentar

lilibach

Publicado há 1516 dias - 0 estrelas

Premiar

Se depois de eu morrer, quiserem escrever a minha biografia,
Não há nada mais simples
Tem só duas datas — a da minha nascença e a da minha morte.
Entre uma e outra todos os dias são meus.

Comentar

lilibach

Publicado há 1516 dias - 0 estrelas

Premiar

Compreendi que as coisas são reais e todas diferentes umas das outras;
Compreendi isto com os olhos, nunca com o pensamento.
Compreender isto com o pensamento seria achá-las todas iguais.

Comentar