Descobrir
Comece uma coleção Pesquisar
É uma diversidade de Pensamentos
apresentam Nelson Martins e seu mundo 
em Poesias sem fim. 
Poemas e pensamentos conduz o leitor à
Territorialidade da existência humana, como 
Memória grifada de cada passo na busca pela
Compreensão do simples existir.

Sua abordagem lírica percorre os passos do homem
Em busca de maior compreensão e entendimento de si mesmo
E dos que lhe circulam. As mazelas humanas, os percalços
Daqueles que sobrevivem e choram por amor e sofrem nesse 
Intervir existencial e sem fuga, sem rumo. É no vazio das
Explicações procuradas que o sujeito parece se encontrar 
E elucidar do que sofre, do que faz parte, o que lhe condena.
       Simples, direto e sem rodeios para cantar seu poema
A quem lhe possa ouvir:
Poesias sem Fim.

Poesias sem Fim

1 contribuíram 17 estão participando + Informações

É uma diversidade de Pensamentos apresentam Nelson Martins e seu mundo em Poesias sem fim. Poemas e pensamentos conduz o leitor à Territorialidade da existência humana, como Memória grifada de cada passo na busca pela Compreensão do simples existir. Sua abordagem lírica percorre os passos do homem Em busca de maior compreensão e entendimento de si mesmo E dos que lhe circulam. As mazelas humanas, os percalços Daqueles que sobrevivem e choram por amor e sofrem nesse Intervir existencial e sem fuga, sem rumo. É no vazio das Explicações procuradas que o sujeito parece se encontrar E elucidar do que sofre, do que faz parte, o que lhe condena. Simples, direto e sem rodeios para cantar seu poema A quem lhe possa ouvir: Poesias sem Fim.

participate Deixe de participar Participating
contribute Contribua

Poesias sem Fim > A Poesia pode ser breve

NelsonMartins

Publicado há 596 dias - 0 estrelas

Premiar
A poesia pode ser breve 

A poesia pode ser breve, como luz...
Nos olhos de quem a ler, por um instante.

-E eterna no coração, como fogo...
Na alma de quem com ela quer morrer
Amando-a eternamente.
( Nelson Martins )

A poesia pode ser breve

A poesia pode ser breve, como luz...
Nos olhos de quem a ler, por um instante.

-E eterna no coração, como fogo...
Na alma de quem com ela quer morrer
Amando-a eternamente.
( Nelson Martins )

A Poesia pode ser breve

Comentar